Assista: A Arte dos Cartazes clicando no vídeo abaixo.

Observe a imagem.

Cartaz de publicidade francesa do serviço postal aéreo, 1928

Em sua opinião, o que esse cartaz está comunicando? Escreva sua resposta abaixo (ou no caderno).

Um cartaz comunica uma ideia. Ele pode ser usado para fins informativos, publicitários, artísticos, entre outros. Os cartazes geralmente contém textos e imagens que visam atrair e manter a atenção das pessoas para as informações que são veiculadas neles. Por isso, ao desenvolve rum cartaz, é importante saber qual mensagem deverá ser passada e qual é o público a ser atingido.

Um cartaz pode parecer um gênero textual e gráfico bem atual, mas ele surgiu pela primeira vez no Século 10 (Século X em numeral romano, numeral adotado geralmente para definir a contagem secular).

Os povos orientais foram os responsáveis pelos primeiros cartazes de que se tem notícia. Eles eram impressos por meio da xilogravura. A matriz usada era a madeira, na qual eram entalhadas as inscrições e imagens do cartaz.

O cartaz ganhou destaque no final do século 19 (sec. XIX) com os artistas Julies Chéret e Henri de Toulouse-Latrec.

     A principal característica de um cartaz eficiente é a capacidade de comunicar algo de forma sintética. Toulouse-Lautrec absorveu esse conceito. Suas linhas de desenho simplificavam as formas, insinuavam movimentos e captavam a essência de que se queria transmitir.

     Jules Chéret, considerado o pai do cartaz publicitário moderno, uniu imagens e texto, utilizando a litografia para imprimi-los.

 

 

Na atualidade, os cartazes geralmente são feitos por meio da produção gráfica e são usados programas de computador para a sua diagramação, edição de imagem e efeitos visuais. Entretanto, nos comércios populares como mercearias, adegas, lojas, feiras-livre, supermercados e ambulantes usam cartazes confeccionados manualmente.

 

Você já viu algum cartaz assim na região onde mora? Ou em algum lugar que você tenha ido com os seus pais? Registre a sua resposta no caderno.

 

 

 

Como vimos, um cartaz comunica uma ideia de maneira simples e direta. Para conseguir tal feito, é necessário pensar a respeito dos elementos visuais que farão parte dessa composição. Vamos criar um cartaz.
  • Tesoura com pontas arredondadas
  • Revistas velhas (opcional)
  • Canetinha (opcional)
  • Lápis de cor
  • Papel sulfite A4, ou papelão ou qualquer papel que você tiver em casa
  • Cola branca (opcional)
OBSERVAÇÃO: Nos materiais que aparecem opcional é caso a criança não tenha esses materiais para fazer a colagem. Sendo assim, a arte do cartaz será somente com o Lápis de Cor e a folha escolhida pelo aluno.

 

Agora, siga as orientações :
  • Escolha um tema.
  • Veja revistas e recorte imagens, palavras, letras, ou frases que lhe ajudarão a transmitir a sua mensagem.
  • Escolha o papel da sua preferência
  • Observe as imagens recolhidas e selecione aquelas que se adequam melhor à mensagem que você criar.
  • Organize os recortes sobre o papel, posicionando-os da melhor maneira que conseguir.
  • Se achar necessário, escreva o texto complementar no local que favorecerá ainda mais a transmissão da sua mensagem.
  • Depois de prontos, mostre para os seus pais ou pessoas que moram com você e envie de volta para o seu professor, ou por fotografia ou por qualquer meio que achar melhor (se possível).

 

SEGUEM EXEMPLOS, desenhado ou com colagem. ou, pode misturar as duas técnicas.

Bons estudos.

Deixe um comentário